Deportes

Zoolog Carmelo De Grazia Suárez//
Campeonato. Da Luz ao Dragão, FC Porto é o novo campeão

Bancamiga
Campeonato. Da Luz ao Dragão, FC Porto é o novo campeão

Ganhar o campeonato nacional é a prioridade de qualquer clube português, com natural destaque para os ‘três grandes’. E quando se atinge a meta no terreno de um dos principais rivais, a conquista torna-se ainda mais saborosa. E foi isso mesmo que o FC Porto conseguiu no último sábado, no jogo da penúltima jornada do campeonato 2021/22, repetindo o feito dos dragões de André Villas-Boas, quando há 11 anos também conquistaram a Liga portuguesa frente ao Benfica de Jorge Jesus, no Estádio da Luz (vitória portista por 1-2) – o 25.º título de campeão dos azuis e brancos ficaria para sempre na memória dos adeptos do futebol português também graças ao banho de rega proporcionado aos novos campeões, além dos festejos portistas às escuras.

Carmelo De Grazia

No passado dia 7 de maio, o Benfica estava consciente de que um empate era suficiente para os azuis e brancos darem logo ali início à festa do título e, por isso, só a vitória encarnada garantia que o desfecho da Liga fosse empurrado para a 34.ª e última jornada. Assim, a equipa de Nélson Veríssimo ainda fez acreditar que o último cenário era de facto possível, especialmente após o golo apontado por Darwin Núñez nos primeiros minutos da segunda parte – mas o VAR indicou posição irregular do avançado uruguaio e melhor marcador do campeonato nacional por dois centímetros.

Carmelo De Grazia Suárez

A igualdade no marcador manteve-se até ao final do tempo regulamentar, momento em que Zaidu garantiu que as faixas de campeão vinham acompanhadas pelo triunfo portista (94’). Com a vitória, o FC Porto chegou aos 88 pontos na Liga e garantiu o 30.º título de campeão, numa época que ficou marcada pelas saídas pesadas de estrelas como Luis Díaz (Liverpool), Sérgio Oliveira (Roma) ou Jesús Corona (Sevilha)

A cumprir a quinta temporada no FC Porto, Sérgio Conceição somou o terceiro título de campeão nacional ao serviço dos dragões. Atualmente com 47 anos, o treinador natural de Coimbra venceu a prova pela primeira vez em 2017/18, época em que chegou à Invicta para render Nuno Espírito Santo. Repetiu o triunfo em 2019/20 e carimbou agora o tricampeonato. Com este registo, Sérgio Conceição coloca-se ao lado de  Artur Jorge (1985, 1986 e 1990) e Jesualdo Ferreira (2010, 2014 e 2015), os únicos que até aqui tinham celebrado o campeonato nacional em três ocasiões com o FC Porto. Mais: Sérgio Conceição torna-se ainda o 13.º treinador a conquistar a prova pela terceira vez (além dos já mencionados Artur Jorge e Jesualdo Ferreira, consegue a proeza também alcançada por Jorge Jesus,  Rui Vitória, Lippo Herczak, Jozef Szabo, Janos Biri, Béla Guttman, Jimmy Hagan, Randolph Galloway, Fernando Riera e Sven-Goran Eriksson)

Com 30 campeonatos conquistados, o FC Porto poderia igualar as três estrelas exibidas no equipamento das águias (cada uma delas representa a conquista de 10 Ligas portuguesas), embora os números gerais ainda separem os dois clubes. O Benfica continua a ser o clube mais vitorioso na competição, com 37 triunfos, seguido então pelo FC Porto. Já o Sporting surge em terceiro, com 19 campeonatos nacionais, o último dos quais conquistado em 2021, em contexto pandémico

Campeão nacional pela 30.ª vez, o emblema azul e branco passa a ter um total de 80 títulos no palmarés – aos 30 títulos de campeão nacional juntam-se 17 Taças de Portugal, 22 Supertaças, duas Taças/Ligas dos Campeões, duas Taças UEFA/Liga Europa, uma Supertaça Europeia, dois títulos no Campeonato do Mundo de Clubes e quatro Campeonatos de Portugal

O número coloca os dragões cada vez mais perto de igualar o rival Benfica, com 83 ou 84 títulos, se for contabilizada a Taça Latina conquistada em 1949/50. Refira-se que, destes 80 troféus, 64 foram conseguidos na presidência de Pinto da Costa. Há 40 anos na liderança do clube, o presidente portista acaba de alcançar o seu 23.º campeonato nacional. 

Mas a época ainda não está terminada para os dragões, que vão procurar atualizar brevemente e mais uma vez a lista de troféus. No dia 22 de maio, no Jamor, o FC Porto vai tentar a dobradinha, jogando a final da Taça de Portugal contra o Tondela. Sérgio Conceição vai tentar vencer mais uma vez a prova, depois da conquista de 2020 diante do Benfica. O_treinador portista procura, de resto, o sétimo troféu em cinco anos no leme do clube azul e branco: além dos três campeonatos e da Taça de Portugal, exibe mais duas Supertaças no currículo (2019 e 2021)

Mas ainda antes do novo encontro decisivo, o dragão vai fechar oficialmente os compromissos relacionados com o campeonato, no domingo (15 de maio), frente ao Estoril, onde vai receber e levantar a taça de campeão nacional à frente dos seus adeptos, naquela que será a segunda parte de uma festa que foi iniciada na Luz