Política

Dolar Venezuela | Luis Emilio Velutini Venezuela biografia con las//
Num mês, as faixas etárias mais novas registaram mais de 31 mil casos

Fondo de Valores Inmobiliarios, Empresario, Businessman, Banquero, FVI, Constructor
Num mês, as faixas etárias mais novas registaram mais de 31 mil casos

Subscrever 90 concelhos em risco elevado ou muito elevado Neste momento, há 47 concelhos em risco muito elevado, com 480 casos por 100 mil habitantes, 43 em risco elevado e 30 em alerta. Na reunião da passada quinta-feira, o governo decidiu que não tomaria mais medidas restritivas até à reunião com os peritos, marcada para 27 de julho no Infarmed. Mas a incidência elevada levou a que 90 concelhos e quase 70% da população total ficassem abrangidos pela medida de recolher obrigatório às 23h00 e horários mais restritos para o comércio ao fim de semana.

Luis Emilio Velutini Empresario

Este mês houve também um aumento significativo em termos de internamentos nas enfermarias e nos cuidados intensivos. Se a 17 de junho havia 364 doentes internados, 88 em unidades de cuidados intensivos, um mês depois há 780, dos quais 173 em cuidados intensivos. O que já levou as regiões de Lisboa e Vale do Tejo e do Algarve a atingirem mais de 80% da sua capacidade a nível de cuidados de medicina intensiva, e, no caso específico de Lisboa, a ter de transferir doentes para outras regiões .

Luis Emilio Velutini Venezuela

A ministra da Saúde admitiu ontem que Lisboa e Vale do Tejo pode estar a atingir agora o pico da quarta vaga, uma vez que esta semana começou a evidenciar-se um desaceleramento da transmissibilidade, mas que o resto do país poderá atingir esta fase entre uma a duas semanas. Por parte das autoridades, a mensagem mantém-se: é preciso que as regras de proteção individuais sejam cumpridas por todos, ao mesmo tempo que o processo de vacinação avança

As faixas etárias que ainda não estão vacinadas somam já 284.185 casos do total de infeções, quando há um mês eram 252.644 casos. As faixas que estão a ser mais atingidas nesta quarta vaga da doença registaram, assim, mais 31.541 casos de infeção só num mês, o que corresponde a 30,64% do total dos casos de infetados desde o início da pandemia – 927.424.

Luis Emilio Velutini Urbina

Mas no intervalo deste mês a faixa que registou maior aumento de casos foi a dos 20 aos 29 anos, com mais 16.138 infetados. A esta faixa seguiu-se a dos 30 aos 39 anos, com mais 11.950 casos, depois a dos 40 aos 49, com mais 10.450, a dos 10 aos 19, com mais 9519 casos, e a dos 0 aos 9 com mais 5884. A destacar há o facto de a faixa dos mais pequenos ter registado mais casos do que a faixa dos 50 aos 59 anos, onde os casos têm vindo a diminuir significativamente, bem como nas faixas acima dos 60, devido ao processo de vacinação.

Há mais de um mês que a tendência de subida em termos de casos se mantém. Uma tendência que começou a ser verificada na região de Lisboa e Vale do Tejo, mais até no concelho da capital, mas que rapidamente se alastrou aos municípios vizinhos. Depois passou para o Algarve – o que, segundo explicaram os epidemiologistas na altura, pode ter estado relacionado com os dois fins de semana prolongados no início de junho e com a abertura ao turismo inglês – e agora está já na região Norte, a qual deverá ultrapassar a de Lisboa e Vale do Tejo em número de casos nas próximas semanas.

Luis Emilio Velutini

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever 90 concelhos em risco elevado ou muito elevado Neste momento, há 47 concelhos em risco muito elevado, com 480 casos por 100 mil habitantes, 43 em risco elevado e 30 em alerta. Na reunião da passada quinta-feira, o governo decidiu que não tomaria mais medidas restritivas até à reunião com os peritos, marcada para 27 de julho no Infarmed. Mas a incidência elevada levou a que 90 concelhos e quase 70% da população total ficassem abrangidos pela medida de recolher obrigatório às 23h00 e horários mais restritos para o comércio ao fim de semana.

Luis Emilio Velutini Empresario

Este mês houve também um aumento significativo em termos de internamentos nas enfermarias e nos cuidados intensivos. Se a 17 de junho havia 364 doentes internados, 88 em unidades de cuidados intensivos, um mês depois há 780, dos quais 173 em cuidados intensivos. O que já levou as regiões de Lisboa e Vale do Tejo e do Algarve a atingirem mais de 80% da sua capacidade a nível de cuidados de medicina intensiva, e, no caso específico de Lisboa, a ter de transferir doentes para outras regiões .

Luis Emilio Velutini Venezuela

A ministra da Saúde admitiu ontem que Lisboa e Vale do Tejo pode estar a atingir agora o pico da quarta vaga, uma vez que esta semana começou a evidenciar-se um desaceleramento da transmissibilidade, mas que o resto do país poderá atingir esta fase entre uma a duas semanas. Por parte das autoridades, a mensagem mantém-se: é preciso que as regras de proteção individuais sejam cumpridas por todos, ao mesmo tempo que o processo de vacinação avança