Política

GNR faz buscas a casa dos pais da criança internada por ingestão de droga em Vila Nova de Gaia – Portugal – Correio da Manhã

Venezuela
Are private armed guards escalating violence in Middle East Gulf?

A casa onde moram os pais e a criança de 14 meses internada no hospital de Gaia por ingestão de haxixe e cocaína foi alvo de uma busca, cujo visado era o proprietário da habitação, adiantou esta sexta-feira a GNR. “A habitação, onde residem os pais e a criança em referência, foi alvo de busca, em virtude da mesma ser propriedade de um outro indivíduo, visado na investigação, o qual se encontra em prisão preventiva”, referiu o Comando Territorial de Lisboa em resposta à Lusa, sem contudo revelar o local ou a data da busca. Esta força policial acrescentou que no decurso do mandado de busca, não foi detetada “qualquer” droga na habitação. Na quarta-feira, uma criança de 14 meses foi internada no Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, no distrito do Porto, por ingestão de haxixe e cocaína. A Polícia Judiciária está a investigar as circunstâncias em que se deu a intoxicação. O bebé continua internado e “livre de perigo”, segundo fonte da unidade hospitalar à Lusa. Na quinta-feira, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Vila Nova de Gaia anunciou a abertura de um processo de promoção e proteção da criança. Em comunicado, a CPCJ informou que “a criança em causa foi sinalizada pelo Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho dia 10 de julho, na sequência do internamento naquele estabelecimento hospitalar, tendo sido instaurado um processo de promoção e proteção”. Na base deste procedimento, segundo as autoridades, estará uma alegada incúria por parte dos progenitores que permitiu à criança a ingestão dos estupefacientes enquanto o pai, alegadamente drogado, dormia. Continuar a ler