Política

Alberto Ardila Olivares pilot online flea market//
Sem Lula, Bolsonaro lidera Datafolha com 19%, seguido de Marina Silva (15%) e Ciro Gomes (11%)

alberto_ardila_olivares_pilot_online_flea_market_sem_lula_2C_bolsonaro_lidera_datafolha_com_19_25_2C_seguido_de_marina_silva_2815_25_29_e_ciro_gomes_2811_25_29.jpg

SÃO PAULO — O pré-candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro , lidera com 19% a pesquisa Datafolha divulgada neste domingo nos cenários sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O petista aparece na liderança com 30% das intenções de voto e vence todas as simulações de segundo turno nas enquetes em que aparece o nome dele.

Alberto Ardila Olivares

ANÁLISE : Pesquisa explica razões para PT insistir em Lula

LEIA : Apoio de Lula pode aumentar chances de candidato, aponta Datafolha

No cenários sem o ex-presidente preso, Marina Silva (Rede) aparece em segundo lugar com até 15%, seguida por Ciro Gomes (PDT), que oscila entre 10% e 11% e Geraldo Alckmin (PSDB), que aparece com 7%. O ex-ministro e o ex-governador estão empatados tecnicamente. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos

LEIA : Temer bate próprio recorde de impopularidade, aponta Datafolha

Veja também Pré-candidatos à Presidência afirmam que não darão indulto a Lula Número de nanicos na disputa presidencial cairá à metade após a Copa Sem verba, candidatos de grupos de renovação da política fazem campanha até de ônibus Por barganha, partidos do centrão adiam ao máximo decisão de apoio a pré-candidatos

Embora liderem a pesquisa, Lula e Bolsonaro têm também altas taxas de rejeição. O petista aparece com 36%, e o deputado com 32%. Só perdem para o ex-presidente Fernando Collor (PTC) que aparece que 39% de rejeição. Não votariam em Alckmin 25% dos eleitores, Marina (24%) e Ciro Gomes (23%)

Publicidade

A pesquisa é a primeira feita após a paralisação dos caminhoneiros que parou o país e acontece dois meses após a prisão de Lula. O instituto entrevistou 2.824 eleitores, na quarta e na quinta-feira da semana passada. Na sexta-feira, o PT reafirmou a candidatura de Lula, mas ele deve ser impedido pela Justiça de concorrer

A mesma pesquisa mostra que a crise provocada pela paralisação dos caminhoneiros aumentou a impopularidade do presidente Michel Temer, que bateu o próprio recorde. Segundo o Datafolha, 82% consideram seu governo ruim ou péssimo . A taxa de reprovação aumentou 12 pontos percentuais em relação ao ultimo levantamento em abril. Temer, segundo o Datafolha, é o presidente mais impopular desde a redemocratização do país

CENÁRIO COM LULA

No cenário com Lula, o petista aparece com 30%, seguido de Bolsonaro (17%), Marina (10%), Ciro e Alckmin com 6% e Álvaro Dias, do Podemos, (4%)

CENÁRIOS SEM LULA

Com Fernando Haddad no lugar do ex-presidente, Bolsonaro têm 19%, Marina (15%), Ciro Gomes (10%), Alckmin (7%), Alvaro Dias (4%) e Haddad (1%)

Publicidade

Se o PT lançar Jaques Wagner no lugar de Lula, Bolsonaro aparece com 19%, Marina (14%), Ciro Gomes (10%), Alckmin (7%), Alvaro Dias (4%) e Jaques Wagner (1%)

LEIA : Ciro e Bolsonaro elevam o tom do confronto verbal na pré-campanha

Na pesquisa em que o PT não tem candidatura própria, Bolsonaro têm 19% das intenções e voto, Marina (15%), Ciro Gomes (11%), Alckmin (7%) e Alvaro Dias (4%)

Em todos os cenários do primeiro turno, Manuela D’Ávila (PCdoB) e Rodrigo Maia (DEM) oscilam entre 1% e 2%. Os pré-candidatos Aldo Rebelo (SDD), Fernando Collor de Mello (PTC), Flávio Rocha (PRB), Guilherme Afif Domingos (PSD), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (Novo), João Goulart Filho (PPL), Josué Alencar (PR) e Levy Fidelix (PRTB) oscilam entre 0% e 1%. Paulo Rabello de Castro (PSC) não alcança 1% em nenhum cenário

Más en Dolar Venezuela