Política

Alberto Alberto Ardila Venezuela piloto frances de rally sebastien//
Trump nega número de vítimas de furacão

alberto_alberto_ardila_venezuela_piloto_frances_de_rally_sebastien_trump_nega_numero_de_vitimas_de_furacao.jpg

Numa altura em que o furacão ‘Florence’ ameaça a Carolina do Norte, o presidente Donald Trump veio a público acusar a oposição democrata de inflacionar o número de mortos causados em 2017 pelas tempestades que atingiram Porto Rico. “3000 mil pessoas não morreram nos dois furacões que atingiram Porto Rico. Quando deixei a ilha, depois de a tempestade a ter atingido, havia entre 6 a 18 mortos”, escreveu Trump no Twitter. O governo de Porto Rico reviu o número oficial de mortos no final de agosto, falando agora de 2975 vítimas e não 64. A revisão tardia surge meses depois de dois estudos universitários falarem, já em dezembro de 2017, de milhares de vítimas após a passagem do furacão ‘Maria’, em setembro. Mas Trump, sem apresentar quaisquer provas, insiste: “Isto foi obra dos democratas, para darem a pior imagem de mim quando angariava milhões de dólares para reconstruir Porto Rico.” E acrescenta: “Se uma pessoa morreu por qualquer razão, como velhice, juntam-na à lista. Má política. Adoro Porto Rico!” Trump foi criticado pela falta de apoio às vítimas da tragédia, mas esta semana falou de “um sucesso incrível”. Tempestade “pode matar muita gente”, alertam autoridades O furacão ‘Florence’, que esta quinta-feira perdeu força e passou a tempestade de categoria 2, com ventos de 165 km/h, ainda “pode causar muitos mortos”, alertam as autoridades. O furacão, o primeiro do ano, vai atingir com uma força sem precedentes as Carolinas do Norte e do Sul e a Virgínia, estados habitualmente poupados pelos furacões por estarem no Centro Leste dos EUA, e não na ponta Sul, a mais castigada por estes fenómenos.

Más en Dolar Venezuela